Teoria e prática em sala de aula

Posted on setembro 15, 2011 por

1


teoria


Já há um tempão que não “falo” nada aqui no blog. Acreditem, não por falta do que postar, sim por falta de tempo.

Mas aqui não pretendo fazer nenhum momento ‘confessionário, me desculpem pela demora’, vim falar um pouco sobre a palestra/aula que dei, junto com a colega de trabalho, Susiquine, à uma turma do curso de Biblioteconomia da UFPB.

A convite da Professora Suzana, fomos falar um pouco sobre a realidade, a prática em si do serviço de referência para seus alunos, pois ela já tinha visto com eles a parte teórica.

Foi uma experiência bem interessante, pois os estudantes puderam ouvir relatos, alguns bem bizarros, sobre as práticas do serviço de referência, sobre o dia-a-dia do profissional que atua nessa área.

Depois da palestra, percebi o quanto é interessante e salutar para os estudantes, esse contato com os profissionais, que por mais que estejamos todos os dias no nosso local de trabalho, onde eles podem ir lá, o contato na sala de aula é diferente.

Lembrei do período de graduação em Biblioteconomia na UFRN, onde por algumas vezes tivemos essa experiência.

Uma pena ver que a grande maioria das disciplinas dos cursos de biblioteconomia, ainda, não adotaram essa prática, a de convidar profissionais para irem dar seu depoimento, tirarem dúvidas, logo após o estudo da teoria. Sei também que muitos o fazem, os quais deveriam ser “imitados”.

Alguns vão dizer que “para isso existe o estágio supervisionado”, mas vamos e convenhamos, aguardar 2, 3 até 4 semestres/períodos é tempo demais. Nada como dar prosseguimento ao estudo já com uma consciência sobre as práticas REAIS da atividade profissional.

Não penso que isso seja apenas responsabilidade dos professores, mas também dos próprios bibliotecários estarem a disposição para saírem de suas salas frias (ou quentes).  Não precisa ter especialização, mestrado ou doutorado para colaborar com a formação dos futuros colegas, precisa ter apenas boa vontade em colaborar.

Já estive em sala de aula com outros estudantes de biblioteconomia e em outras universidades, mas estar falando da atividade que você desempenha é bem diferente de falar sobre uma temática que você domina, pois é expor seus hábitos e postura profissional para aqueles que acabaram de ver a teoria, ou seja, é quase uma situação de julgamento.

Posted in: Biblioteconomia