Entender

Posted on dezembro 5, 2007 por

0



Autor: Gustavo Nogueira 

Uma palavra que com toda certeza vai povoar todo e qualquer relacionamento. Não estou falando apenas de relacionamentos amorosos, estou falando de relacionamento como um todo, seja entre namorados, amigos, pais e filhos, colegas de trabalho e até com desconhecidos.

Precisamos sempre entender o outro, entender o próximo, mas será que o próximo nos entenderá?

Eu quero entrar à esquerda no trânsito, mas o camarada do carro ao lado quer chegar logo em casa, pois a “hora extra” que fez com a secretária passou do horário. E agora, quem tem que entender quem?

Tudo é uma complicação só, tudo é simples e fácil de se entender, ou não?

Não entendo mais nada. Entendo que ninguém entende ninguém, mas será que entendo isso bem?

Quanta coisa para entender, quanta coisa para não entender…

Quando o filho [ou filha] tira nota baixa na escola, a culpa é sempre das conversas em sala de aula, ou seria da falta de conversa em casa? Da falta de companheirismo e entendimento entre pai, mãe e filho [ou filha, afinal não são apenas os meninos que tiram notas baixas]?

Lá vem o tal do “entender” de novo….

Mas e a nota baixa, quem entende?

O namorado compra a entrada para o cinema, e a namorada atrasa tanto que eles perdem a sessão. Ele fica puto da vida, iraaaaado, indignaaaaado com a falta de compromisso dela para o encontro, mas ele não sabe que ela se atrasou porque estava escolhendo, procurando a lingerie que ele mais gosta, pois depois do cinema iriam jantar juntos e ela pretendia fazer-lhe uma agradável [e que agradável] surpresa. Mas na frente do cinema, ele já rasgou as entradas, já mandou mensagem pelo celular perguntando se ela esqueceu do encontro e fica arredio na presença dela.

Quem deve entender quem? Quem se atrasou porque queria agradar, ou quem chegou na hora por cumprir e ter responsabilidade com o horário?

É… é difícil entender o outro, é complicado entender, muito complicado.

Deixo para os cientistas tentarem entender…

Deixo para os loucos entenderem.

  

Quem conseguir entender o comportamento humano, me avisa!

Posted in: Uncategorized